sábado, 1 de maio de 2010

O que fazer para não entrar em pânico

Em primeiro lugar, o mais importante é NÃO ENTRAR EM PÂNICO! Tudo o resto virá com naturalidade.

Caso esteja a ser perseguido por um assassino de faca em riste, preso num edifício em chamas, dentro de um tanque de piranhas sem saber nadar ou apenas a tentar fechar o Solitário quando o chefe entra na sala e o computador parece bloqueado, respire fundo, porque poderia ser bem pior. Podia estar a assistir a um concerto do Tony Carreira na primeira fila, a chover e pensar em atirar-lhe as cuecas. Aí sim, nem o Chuck Norris seria capaz de resistir a um ataque de pânico e desataria aos berros a correr que nem uma barata tonta, distribuindo pontapés aqui e ali.

Uma outra técnica para não entrar em pânico, muito usada por actores com medo do palco é uma overdose de Xanax ou Prozac. Antes borram-se de medo, mas depois estão-se a cagar.

Se o pânico vier lançado e achar que não o consegue parar, dê um passo ao lado e deixe-o seguir viagem. O importante é não levar as coisas demasiado a sério.

Ah, já nos esquecíamos, leve uma toalha consigo. Vai ver que ajuda.

3 comentários:

  1. dã ajudaste grande coisa! lololololo...... perguntas parvas e respostas ainda piores.

    ResponderEliminar